sábado, 27 de dezembro de 2014

Sobrevivendo.

Eu escolhi assim, ficar sozinha... Afinal antes só do que mal acompanhado!
Não me arrependo das escolhas, mas admito sinto falta de alguma coisa... Não é dele, com certeza não é!
Mas sinto falta de atenção, de alguém que se importe, a essa solidão que me angustia, eu quero sentir adrenalina nas veias, eu quero sentir arrepios... E quero viver a vida porque as vezes parece que estou apenas sentada em uma cadeira deixando a vida passar, observando como todos a minha volta estão vivendo intensamente, enquanto isso, eu estou apenas sobrevivendo!
E eu fico aqui vendo filmes românticos e sendo iludida pela própria esperança.
Esperando que alguém se encante por mim, mas o pior de tudo é que eu sei que isso não vai acontecer.
Mas como eu queria que acontecesse... A meu Deus, estou tão desesperada e amedrontada, tudo bem só tenho 17 anos mas parece que a vida está passando tão rápido pra mim.
E o pior de tudo, parece que não estou conseguindo viver.
Poxa vida, a minha vida é ótima, sim não tem do que reclamar... Mas vivo parada no tempo.
E pensar que ainda amo o mesmo cara que conheci a 4 anos atrás, e ele já nem se lembra mais do meu nome.
Por que parei no tempo assim?
Eu sei que certos atos são desprezíveis aos olhos da sociedade.
Mas imagino que, aqueles que estão sendo julgados como loucos vivem intensamente e talvez sejam felizes.
Enquanto eu, não carrego maus juízos, no entanto, já não tenho mais do que me alegrar.
Angustia, solidão, carência...
E medo!

E tenho medo de ninguém ler isso aqui... Eu sinto falta de fazer falta pra alguém.
Eu sinto falta de viver!


sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Se eu sair correndo por ai não vão entender, mas eu estou querendo fugir de todas as decisões que tenho que tomar.
As vezes eu só queria ir pra longe de tudo isso aqui, ir para um lugar onde ninguém me conhece e recomeçar.
Entretanto tenho que me manter firme, manter o passo e não parar.
Tenho tantas questões para serem resolvidas...
E as vezes eu olho pra dentro de mim, mas não consigo ver com nitidez a visão embasa.
Será que continuo assim, ou mudo minha vida?
E se mudar será que irei me arrepender?
Eu não sei como continuar.
Eu sei como se anda, mas agora eu tenho medo de andar.
Eu não sei te amo mais, mas eu tenho medo de te deixar ir e descobrir que estava errada.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Não te esqueci.

É ridículo dizer que eu ainda estou apegada a você...
O meu primeiro amor, e foi só um beijo, e um abraço, e uma afago... E a chama ainda não se apagou.
Se você voltar eu juro que vou sair correndo pros teus braços.
...eu era tão infantil naquela época.

Nós se perdemos um do outro.
Hoje estou com a idade que você tinha quando me conheceu.
 A se fosse hoje que tudo aquilo acontecesse, eu prometo que seria diferente.
Eu te amo! Eu queria sentir o poder daquela paixão novamente.

As vezes a vida faz nós nos esbarrarmos
E eu sinto vontade de te abraçar e te beijar lentamente.
Eu não consigo esquecer essa história, eu sei que é passado... Eu sei que as chances são minimas.

Mas eu queria que você entendesse, como eu sonhei com você, como eu te quis...
Como imaginei, e como foi difícil entender que tudo isso foi uma doce ilusão.
Sinto uma nostalgia só de lembrar, sinto um buraco no peito, de saudade...

Passaram-se anos, mas eu ainda almejo realizar todos os meus sonhos contigo.
O primeiro amor não se esquece... O primeiro beijo, o primeiro abraço...
Agora está tudo tão diferente.

Eu tentei matar esse amor, eu o ignorei e até imaginei que tinha se dizimado, faz só de te ver meu coração acelera, já faz tanto tempo...
E eu ainda te amo!

Ps.: Eu queria que você estivesse lendo isso agora... Quando se sonha demais e não conseguimos realizar esse sonho, então tentamos enterra-lo!
Mas sabe de uma coisa, esse sonho está vivo, como uma fênix que renasce das cinzas é o meu amor por você.
E.


Saudade de mim.

Nós estamos amarrados um ao outro...
Mas já não é um belo laço, se tornou um nó cego!
Me desculpa, eu tentei inúmeras vezes desatar esse nó, eu quis me libertar desse aperto.
Eu quis deixar você no passado e traçar um novo futuro, mas você sempre volta pra dizer o quanto sente minha falta.
Eu sempre acho que tudo vai mudar, mas nós sabemos que nada vai mudar...
Eu estou degastada... Quando erramos, sempre apagamos o erro com uma borracha, infelizmente a nossa borracha acabou, e agora não tem como negar que tudo acabou!
Eu me encontro irritada, me vejo mal todo dia que te vejo.
Porque já não existe vontade de estar junto, só a obrigação que esse namoro nos expõe.
Desculpa, estamos vivendo de mascaras.
Você fingindo que está tudo ótimo, eu fingindo que ainda não é o fim... Mas já acabou faz muito tempo.
Já faz tempo que nossa vida não tem primavera, só chove, está tudo tão tempestuoso.
E eu sinto saudade da menina que eu era antes de você.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Cada um por si.


Pra falar a verdade eu desisti de ter esperanças, eu desisti de procurar uma alma boa que seja.
Porque sempre que eu começo a ter esperança na humanidade eu levo uma rasteira da vida e vou de cara no chão.
Hoje eu sei o que significa individualismo, alias hoje em dia é só assim que se vive "cada um por si".
As pessoas que riem com você, pelas suas costas rirão de você.

Eu não vivi muito, ainda há imaturidade no meu ser, no entanto já me decepcionei tanto com os "amigos" que sinceramente não confio em mais ninguém.
As decepções fazem crescer.
Preferia ser pequena do que descobrir que todos são podres por dentro.
Todos fingidos, só esperando o momento certo para dar o bote.
Infelizmente hoje em dia não existe mais pessoas originais, são todos falsificados.

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Acabou

Eu não sei mais como conviver com você...
Não queria magoar ninguém, nem tampouco iludir, no entanto nem eu consigo mais acreditar nas minhas mentiras... Eu não o amo mais como antigamente,depois de tantas brigas nós nos desgastamos tanto que eu já não quero mais prosseguir com isso.
Eu estou tentando achar coragem em algum lugar do meu ser, para poder te falar como eu estou... Acho que agora eu entendo qual a diferença de uma paixão a toa e de um grande amor.
Porque meu coração nem acelera mais contigo, e nem faz falta se está aqui ou não... Os meus sonhos com um outro alguém são mais emocionantes do que a realidade a seu lado.
Nada do que aconteceu foi mentira, é só que os seus defeitos estão mais evidentes do que as qualidades, eu não consigo os suportar mais.
Eu não quero ter que conviver pro resto da minha vida a merce de um sentimento destruído.
Não posso viver das cinzas daquela antiga chama.
Eu tentei reviver esse amor tentei ressuscita-lo, mas eu não quero mais correr do seu lado, principalmente pelo fato de que você está correndo para trás e eu quero ir para frente.


quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Escolher.

Gostaria  que soubesse que eu me senti traída. Agora, é tão difícil recordar as  dores, pois o passado as levou com ele. Mas ainda continua tudo em minha  memória. Pode ter passado, mas eu lembro de, exatamente, tudo. Eu  consigo recordar das dores, dos dias que eu era forçada a levantar da  cama e me sentir, desesperadamente, sem chão e dispersa. Aqueles  momentos de devaneio que só conseguia pensar na agonia. A sua voz em  minha mente era algo ensurdecedor. Seu rosto não tinha mais luminosidade  nem pureza, você só fazia parte, agora, do resto do mundo insano e  delinquente daí de fora. Você  fora tão hipócrita, que a minha análise agora é realmente cheia de  repulsas e repugnância.  Mas eu não conseguira controlar minhas  emoções (ou não-emoções). Sabe, foi tudo tão perfeito e tão pouco lúcido  que acabou ficando tolo. Você mentia, e eu acabei virando uma ou a  própria mentira. Aquilo, tudo, virou uma verdadeira hierarquia. Com  o tempo, eu posso te afirmar que formamos um tipo de jogo. Senti-me  fazendo as regras. Eu estava brincando com a suposta “farsa de emoções”,  e não sabia mais se estava ou não jogando sozinha. Mas, saiba que, foi  você quem começara. Me  senti usada, traída. Estava em uma relação indefinida. E, tudo que eu  fiz posteriormente, todos os conflitos emocionais que passamos não fora,  relativamente, por vingança. Não  é culpa minha você ter se sentido usado, traído. Mas, posso dizer que  foi destino, igualdade. Culpados de misturar aquela quase-pura-amizade  com aflições disfarçadas. Não foi ruim, não necessariamente. Mas mexeu  com os sentimentos, ou melhor, com a alma. E, então, depois de um tempo  perdi (perdemos) a sensibilidade, e se afastar fora a melhor opção. E  isso não doeu nem um pouco, pois no final de contas fora só um jogo, e  toda essa farsa que armamos conseguiu ser mútua.          
As vezes a vida não tem pressa em nos mostrar o caminho certo a seguir...
Eu tenho medo de desperdiçar meu tempo tentando achar o caminho e nunca encontra-lo.
Tenho medo de seguir um caminho e descobrir que não era isso o que eu queria.
Tenho inúmeros sonhos que se contradizem entre si
O que vale mais:
- Desenvolver um talento e atrofiar o outro?
Atualmente vivendo em uma sociedade capitalista, todos se atem a procurar aquilo que lhe garanta maior remuneração, e assim tentar encontrar a felicidade.
No entanto o que vale mais?
O dinheiro e depois a felicidade ou a felicidade e depois o dinheiro?
Uma pessoa rica sem felicidade será nada mais do que uma pessoa pobre de espirito.
Uma pessoa feliz sem condições de realizar seus sonhos, é verdadeiramente feliz?
E por isso tenho medo... Algumas decisões tomadas hoje podem alterar o futuro de modo significativo, e eu não poderei culpar a ninguém se não a mim mesmo pelo sucesso ou pelo meu fracasso.

domingo, 27 de julho de 2014

Dependência... Essa palavra descreve com perfeição o que eu sinto por você.
Eu tinha tanto medo de te perder, que fiquei sujeita a ti...
Aguentei firme a todas as humilhações, aguentei as suas mais duras palavras contra mim.
E eu sempre me perguntava "Quem ama não deveria fazer de tudo para fazer o outro ser feliz?
Mas sabe algumas coisas sobem na cabeça dos outros, eu te magoei até a ultima gota, e agora você está revidando.

Me desculpa, mas isso não é uma vida de amor, é uma vida de magoas.
Eu não sou criança como você costuma dizer.
Eu aceito escutar inúmeros NÃO durante o dia.
Não me diga que eu estou me fazendo de vitima.
É só que, quem ama faz de tudo pelo outro, no entanto você não faz nada...
Eu me segurei tantas vezes para não brigar contigo, mas você na primeira oportunidade desaba toda sua raiva sobre mim...
 Apesar de toda a dependência que eu tenho por ti, as magoas as dores estão me encobrindo...
Só eu sei quantas lagrimas já caíram por sua causa, e eu me pergunto 'O que tem de errado comigo?"
Sabe meu erro foi te transformar no único motivo para continuar vivendo.
Eu vivia por ti...
Você me jurava amor
Mas quem ama, não deveria cuida?

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Frustação.


Eu me olho no espelho e vejo tantas esperanças, tantos objetivos, tantos sonhos...
De repente uma força destruidora chamada baixa estima me possui e quando olho novamente o espelho eu vejo defeitos tantos de personalidade como físicos, eu vejo raiva, magoa, frustrações, eu queria ser outra,
eu queria estar em outro corpo diferente do meu... Por que a sociedade impõe esses padrões de beleza?
Quando ligo a t.v. o que eu vejo? Sinceramente não me vejo em nenhuma dessas personagens...
Onde pessoas que estão fora do padrão estão?
É sufocante você ter que se adequar porque o mundo te pressiona a isso.
Nós vivemos em um mundo padronizado, com regras ditas nas entrelinhas.
Alguns movimentos queriam tanto a perfeição que acabaram provocando guerras, quem não era padronizado do modo que lhes satisfaziam então seria descartável.

Eu sei que estou errada em me deixar levar pelos pensamentos negativos
Eu sou tão sensível, mas ninguém vê... Eu choro as vezes e ninguém vê...
Porque na verdade as pessoas só vêem aquilo que lhes é de interesse próprio...


segunda-feira, 23 de junho de 2014

Raiva, genuína raiva que me consome como chama ardente
Será que o tal Karma está sendo justo realmente?
Tudo o que plantamos nós iremos colher, mas será que essa ultima plantação veio em porcentagens maiores?
Meu mundo está como uma montanha russa incontrolável.
Tenho dois extremos fortes, a felicidade que irradia, alimenta a vida.. A tristeza que destrói, melancolia devastadora.
Eu detesto admitir que ando extremamente insuportável.
O fato dos meus defeitos estarem despontando cada vez mais, e eu sei que eles são como facas apontadas para todos os lados, mal sabem as pessoas que me julgam que estas facas estão me cortando por dentro.
O meu sorriso todos deslumbram, mas as lagrimas, as lagrimas...

Eu só faço um pedido não me julgue pelos meus defeitos, porque eles aos poucos estão me fazendo cair sozinha... 

O que restou de nós?


Não sei o que doí mais, o silencio ou as palavras dilacerantes
Eu já aguentei tanto que ofensas já nem doem tanto assim... Eu acostumei-me com tudo isso pra tentar achar um caminho prospero só nosso
E ninguém pode zombar de minhas feridas, eu tive boas intenções entretanto as pessoas são tao individualistas que só percebem aquilo que as afeta.

O nosso amor foi ou ainda é (sinceramente eu não sei o que restou dele)
 um pequeno broto que em meio pedras floresceu
Eramos uma brasa que incendiou
fomos uma apenas gota que transbordou
 Vencemos os nossos inimigos, contudo nós nos destruímos sozinhos.
Toda e qualquer barreira era pequena para nós, rimos até a barriga doer de felicidade
E brigamos até a ultima pétala da rosa secar e cair
E sendo levada por uma maré de lembranças eu me pergunto, será que ainda vale a pena?

Foi lentamente mas continuo e assim não demorou muito para que as brigas se tornassem rotineiras
Eu e você cheios de orgulho, tomados pela raiva, incentivados pelas magoas...
Eu aprendi aos poucos que em uma briga ninguém vence, somos todos perdedores...

Será que existe desculpa o suficiente para nos redimirmos?
será que somos capazes de transformar cinzas em fogo novamente?
será que vamos conseguir transformar o vapor em água?
Depois que a vida se esvai de alguém ela não costuma voltar, tem de se cultivar uma nova vida...

Eu não sei o que aconteceu conosco, a única certeza que eu tenho é que estamos nos destruindo.
  

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Cade você?



E u estou tentando me ater a uma tese de que nós ainda temos um jeito.
De que vai dar certo, mas eu sempre eu me sinto machucada demais, a como eu queria ser mais fria em relação a você mas aqui dentro eu sei o quanto eu me derreto, o quanto eu me machuco.
E você não faz nada, alias nunca faz nada, eu e você, nós, mas até onde esse nós realmente se remete a eu e você?
Eu me sinto tão só, e melancólica por dentro... Diz que me ama mas cade a prova disso?
Enquanto todos os cavalheiros buscam suas damas para acompanha-las você me deixa só...
A como eu adoraria receber uma mensagem tua, uma letra de uma musica que fosse a nossa musica...
Mas você nem se importa não é mesmo?
Dizer eu te amo se tornou clichê e você não move um dedo para me mostrar o seu amor por mim.
Como doí... Eu queria tanto que você se importasse, que fosse me buscar quando eu saio da escola, que me acordasse com mensagens românticas... Mas eu sinto que você tende a mandar recados a tantas outras enquanto eu fico mendigando um misero minuto de atenção...
A mor não se cobra, as bem que eu pagaria por um sentimento mutuo, reciproco!

Eu te amo...  :'(

Quem ama cuida, nunca se ausenta, quem ama faz de tudo para que a pessoa amada jamais se afaste dela, bem você diz que ama, mas cade você?
Queria que você sentisse minha falta!

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Ciumes.

Quem ama não deve ser ciumento, porem ser leal e ter confiança
já pois que a confiança é uma das vigas de sustentação de um relacionamento...

Fácil falar né...

Mas quando se ama, quando se ama de verdade não é fácil imaginar outras pessoas na vida de quem amamos... E imaginar que ele já se relacionou com tantas outras que talvez fossem melhores...

-"Mas se elas fossem melhores ele não estaria com elas então?"

Pois é... O amor costuma ser cego, e o ciumes, bem, é uma carência, um medo, uma insegurança, um desgaste, um desamor consigo mesma...

Cuidado digo a mim, o medo e tantos outro sentimentos costumam destruir a felicidade!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...