sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Espinhos.


Sentimentos... Em meio há tantos um dos piores veio até mim
RAIVA!!! Não sei de onde saiu, mas está frutando rapidamente.
Quando nos machucamos em espinhos, no inicio nem notamos os arranhões, porém quando percebemos parece arder insuportavelmente.
Quando damos atenção tudo se torna demais.

E hoje a minha atenção foi manter o foco nas minhas dores, nas cicatrizes, nos arranhões.
Desculpa, mas é difícil de controlar, quando o sentimento é desmedido nem quem o está sentindo é capaz de domina-lo.
E com um sorriso irônico no rosto (talvez nem isso), tentando disfarçar, aquietando-se para não se tornar o espinho na vida de alguém.
Só quem já provou do veneno sabe o estrago que este pode causar.
E u não quero ser espinho... Entretanto eu sou aquilo que cultivam em mim!

Fernanda Carolina Bezerra.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...