sábado, 26 de outubro de 2013

Vontade de viver.


Sabe aquela vontade de viver?
Mas não de viver a mesma rotina de sempre, e sim vontade de curtir
Festar até o sol raiar, fazer loucuras que ficam na lembrança até o fim da vida!
Ver o sol nascer depois de uma noite inteira acordada... E no mesmo dia vê-lo se por!

As vezes parece que minha vida não passa de uma dieta... Aquele tipinho que vive uma rotina, e que não sente os sabores da vida.
Eu sou uma adolescente... E sim, eu sei o que eu quero, e acima de tudo sei do que preciso.
Mas as vezes, me dá uma vontade louca de ser feliz, e essa vontade requer realizações imediatas.

Eu amo minha família, meus amigos, meu namorado, não tenho o que reclamar da vida.
Mas eu vejo tantas pessoas vivendo intensamente, saindo todo semana para ir à festas,
Saindo hoje e voltando amanhã, conhecendo novos lugares, vivendo  que há de melhor.
E eu não me contento só em ver isso, eu quero poder viver isso...

Uma voz na minha cabeça fica me perguntando:
- Por que você não vive assim, é o que você mais quer, porém por que você não realiza essa vontade?
Isso só me corroí mais por dentro,o tempo está passando, e eu estou aqui em casa enquanto a vida acontece lá fora...

Fernanda Carolina Bezerra.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

16 Anos de idade!

A um mês atrás eu me encontrava com os olhos vermelhos, e desta vez as lagrimas que caíram não foram de raiva, mas de tristeza, de perca, saudade...
Mas, quando Deus decide ter mais uma estrela no céu para brilhar quem somos nós para impedir?
Sabe eu tenho saudade, não só saudade dessa estrela que um dia brilhava aqui conosco...
 É saudade do que foi e não volta, Porque apesar de nem tudo mudar tanto assim, os momentos passados jamais se reconstituirão, por mais que tentem repetir a mesma façanha, até uma piada engraçada perde a graça após um tempo.

Mas dá saudade da menina que eu costumava ser, aquela timida ao extremo, com sonhos maiores do a imaginação... Que ninguém sabia de nada, e nem faziam questão de saber. Por que afinal que graça eu tinha mesmo?

Entretanto se eu tivesse a chance de pegar uma borracha e um lapis, e reescrever a historia até aqui vivida por mim, eu talvez admito ficasse tentada a apagar tantas coisas e escrever nos espaços em brancos coisas do tipo como "E ele a amou, enfim seu sonho se tornava verdade..."
Mas  algumas perdas se fazem necessárias!
E se tudo o que eu almejava no passado houvesse sido dado-me, onde eu estaria agora?
As pessoas são teimosas de mais, a nossa história quem escreve é Deus, mas nós teimamos em fazer do nosso jeito!

Esse texto, é a minha saudade gritando alto, saudade de mim, de quando eu era o que não posso ser mais (e nem quero ser mais).
Hoje 21/10/2013 estou completando 16 anos de idade!
"A você tem muito o que viver ainda"
Será? Ontem mesmo eu tinha 10 anos e almejava crescer, hoje aos 16 tão perto dos vinte apesar de não parecer, a vida faz questão, de passar mais rápida do que a velocidade da luz!

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Espinhos.


Sentimentos... Em meio há tantos um dos piores veio até mim
RAIVA!!! Não sei de onde saiu, mas está frutando rapidamente.
Quando nos machucamos em espinhos, no inicio nem notamos os arranhões, porém quando percebemos parece arder insuportavelmente.
Quando damos atenção tudo se torna demais.

E hoje a minha atenção foi manter o foco nas minhas dores, nas cicatrizes, nos arranhões.
Desculpa, mas é difícil de controlar, quando o sentimento é desmedido nem quem o está sentindo é capaz de domina-lo.
E com um sorriso irônico no rosto (talvez nem isso), tentando disfarçar, aquietando-se para não se tornar o espinho na vida de alguém.
Só quem já provou do veneno sabe o estrago que este pode causar.
E u não quero ser espinho... Entretanto eu sou aquilo que cultivam em mim!

Fernanda Carolina Bezerra.
 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...