sábado, 1 de junho de 2013

Sábado à noite.

Sei lá, ou pelo menos não quero saber como reagir a isso.
São coisas tão fúteis e ao mesmo tempo são essas coisas que garantem a nossa felicidade.
Em uma tempestade a grande protagonista são as gotas de chuva que aos poucos vão caindo e molhando toda superfície que encontra, porém como não notar o simples arco-iris que se forma quando ela está fechando o seu show?
Uma afirmação:
Detalhes fazem diferença!

Sabe, as vezes um gesto qualquer que demonstre afeto, faz falta.
E talvez seja apenas isso que está me arranhando aos poucos
Eu não quero muito, me contento com o pouco, desde que ele seja verdadeiro, desde que seja sincero.
Porém não tem como ser negligente, não há meio de esquecer as pequenas falhas deixadas pelo caminho,
 eu sempre lembrarei dos detalhes que foram esquecidos de serem realizados.

Uma noite nas tantas que estão por vir ao longo da vida... Porém não haverá meio de reparar um dia desperdiçado.
passei horas esperando o momento que estaríamos juntos,  pensava 'calma daqui 5 minutos estará diante dele.'
E de 5 em 5 minutos a noite passou, estou aqui ainda tentando entender porque um mero acaso me doí.
Bem não me devo reter a isso, afinal daqui alguns minutos já não será mais sábado a noite, e sim um novo dia.
Mas devo admitir a magoa residente em mim agora, eu sei é fútil.
Ele me deixou esperando-o, e esperando-o até que quando as esperanças já definhavam, e eu tive certeza.
Ele não virá hoje, talvez venha amanhã... - Pelo menos assim eu espero -
Tudo bem, é sábado a noite, passei horas me arrumando porém em vão.
Poderia ter realizado qualquer tarefa de minha preferência, qualquer coisa que me aliviasse das tensões rotineiras, uma simples volta talvez fosse o suficiente, porém fiquei te esperando... Enfim a decepção.
 Um aviso qualquer coisa já seria o suficiente
em meio ao meu drama, eu vou me sustentando para que o amanhã não seja um dia desperdiçado pelo o ocorrido de hoje, afinal não há porque desperdiçar o amanhã com conversas sobre o que já se foi
é tolice insistir em conversas sobre algo que não volta - o tempo -
Afinal como já diz a música ''Hoje o tempo voa amor...''

Sábado, 1 de Junho de 2013 - 23:17.




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...