sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Sei lá...


Sei lá... essa foi as vezes a minha única resposta em relação a tudo;
E sei lá esse ano foi de tudo um pouco, Encontros e desencontros...
Mas nada importa, pelo menos não deveria importar.
Eu vi esse ano trazer pessoas que eu amei, e leva-las tão rápido que só me restaram magoas,
eu vi me apaixonar pela pessoas errada umas duas ou três vezes
e para cada paixão uma decepção maior
eu me vi trancar-me, vi-me esquecer de sentir ser uma pedra de gelo para não magoar, e deu certo...
Mas as vezes acho que perdi alguns belos sorrisos em função dessa escolha.
Me vi cair dos braços de Deus... E subitamente voltar até ele com grande arrependimento querendo somente um abraço do Pai.

Eu lembro de sem querer gostar acabei gostando e hoje sem querer ter algo contra tenho mil e um motivos que me impedem de olhar nos olhos dele.
 Perdi a minha melhor amiga para a revolta dela
e me vejo tentando resgata-la de lá até hoje.
Ouvi muitos dizerem me amar, e eu ainda acho que o único "eu te amo'' verdadeiro quem falou foi a minha mãe.
Entretanto o ano não foi assim de perda total...
Porque no meio de tudo isso... Eu encontrei uma ou duas pessoas que valem a pena dizer "esses são meus amigos"

Comecei o ano confiando em Deus e o mundo, e agora próximos do fim eu apenas confio em Deus.
E estou levando a vida sem tanta preocupação, eu cresci mentalmente de tal maneira que hoje "Uau" quem sou eu?
Cheguei em um momento que eu desisti do mundo, e hoje já não luto mais por ele...
As minhas lutas ultimamente já tem sido o bastante
Eu sempre tive minhas fases, e agora estou em transição saindo de uma para entrar em algo novo...

Esse ano foi só perda, e ao mesmo tempo só alegria... Foi metade de tudo
Encontrei a felicidade, entendi o que é Paz
E as pertubações do passado se tornaram tão pequenas que aprendi a conviver.
Não eu não sou mais escritora, não sou mais desenhista... Mas hoje eu posso dizer que eu tive o gosto de viver pelo menos um pouco...
2012 Ano tão imperfeito que foi um dos melhores... Valeu a pena.

Fernanda Carolina B.

domingo, 9 de dezembro de 2012

Grandes Lutas.


...Fecho os olhos, e vejo um mar turbulento que teima em me arrancar de minha calma.
Até onde as brisas vão estar se alternando com fortes ventos?
Deixei de ser aquela garota... E hoje me vejo renovada, me vejo longe do que foi um dia, as vezes sinto falta, mas alivio-me por estar longe de tantos espinhos.

Costumava olhar além do que os meus olhos eram capaz de ver....
Quis o impossível
e busquei o que muitos desistiram...
Planos acima de planos
horas antes de adormecer pensando em como seria
em como um príncipe chegaria...
e com o tempo a gente percebe que não existe príncipes...
Entretanto, minhas quedas só me fazem querer conquistar o impossível.

e que caia tempestade sobre mim, nada melhor do que dançar na chuva
e que venham grandes lutas... Hoje eu aprendi a lutar.

F.C.B.

Amados fiquem na Benção de Deus!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...