domingo, 23 de setembro de 2012

E Deus não erra nos seus atos
ele faz a chuva, afinal só assim poderíamos ver o arco-iris...
ele afasta pessoas de ti - livrai-me do mal... - ele simplesmente te livra do mal
mas não te deixa só!

F.C.B.

sábado, 22 de setembro de 2012

Decpção

Desculpa mais eu cansei...
cansei não do mundo porque dele eu já não esperava nada
mas eu cansei de você que diz-me - a gente é amiga - 
mas até agora você está apenas matando os meus sorrisos
destruindo meus sonhos
me criticando involuntariamente, ou talvez já seja descaradamente
existe certas coisas que eu não preciso saber
ou pelo menos que sejam contadas de maneira que não machuque

Eu só queria entender 
porque faz isso?
já quis propor, não brigar por futilidades, ilusões, garotos e blá, blá
mas parece que teima
eu já não aguento você querendo acabar com a minha moral perto daqueles que tanto lutei para conquistar
não aguento você consumindo com os meus sorrisos
e dizendo palavras que machucam de tal maneira 
eu não quero saber a sua opinião sobre os sentimentos deles para comigo
até agora tudo o que você falou foi se transformando em mentira

Ó Deus... Livrai-me do mal Amém!

livrai-me das cobras venenosas 
livrai-me dela que ultimamente não traz sorrisos, só destruição.

F.C.B.

Perdi a poesia, 
hoje com um tanto de ira eu só queria vomitar as palavras que estavam engasgadas na minha garganta
...e eu quero desabar
e se ele falou que se arrependeu, não importa afinal a palavra dele muda constantemente
mas o que eu não entendo se você gosta dele fala para mim e vou entender
só não entendo porque todos os dias você me preocupa mais
e não entendo enquanto eu falo não vale a pena eu me preocupar você vive falando fique preocupada
porra porque você esta se transformando nisso agora?
até ontem era minha amiga, mas agora parece querer ver-me no fundo do poço
acho que não tem mais como confiar em ninguém... hoje em dia nem em você.
que diariamente quer destruir minha felicidade. 

Amigo.

Amigo que é amigo não se ausenta da culpa
esta com você nas horas felizes;
Entretanto nas horas ruins também
 não te preocupa, te acalma
não piora a situação e sim ajuda a resolver
amigo que é amigo não rouba o que é teu, nem destrói o que construímos...
Amigo que é amigo, só te quer ver bem...
...o estoque de amigos no mundo está se esgotando
percebi isso quando os meus começaram a fazer o contrario do que um amigo realmente faria.

Fernanda Carolina B.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Estranho.

Eu... sou uma garota cheia de vida... e as vezes cheia de nada
sou acima de meu peso
as vezes quando estou demasiadamente animada faço jejum ate as 3:00 da tarde
isso acontece quando ele me faz sorrir demais, ou quando meus problemas parecem cair sobre minha cabeça.
Entretanto tenho minhas recaídas... tudo vai bem e de repente eu penso nele, no que ele falou,
fico refletindo meus atos e pronto
Desmoronei de novo.
Parece um túnel escuro sem fim...
Parece não ter refugio, aí tento amenizar aquilo que chamamos de tristeza e o que tiver eu vou consumindo como uma maquina devoradora HAAAA!!

É assim essa minha vida louca... volta e meia quando eu estou no pódio, no auge da vida, eu me sinto lá em baixo no fundo do poço.
Dai alguém sorri de novo e eu começo a acreditar um pouco mais na vida
Vida essa cheia de altos e baixos, de amores e ilusões... de remédios (comida, dormir, ouvir musica) que as vezes se tornam monstros que depois de serem digeridos só aumentam o problema
é estranho...
Escutar músicas que até ontem eram só musicas,
Mas hoje são o retrato da minha vida.

Fernanda Carolina B.

domingo, 16 de setembro de 2012

Até onde.

Sei lá...
Hoje acho que não estou bem, acho que minha tristeza está começando a aparecer no brilho dos olhos meus;
Minha tristeza imperceptível...
Afinal os sorrisos não morreram, só os motivos que hoje se revoltaram!
Meus inimigos não saboreiam minha tristeza, pelo simples fato de eu não a demonstra-lá...
Minha tristeza percorre pelas veias sanguíneas, e volta e meia bate lá, no coração...
O coração não é um baú onde pessoas e sentimentos estão guardados, na verdade é só mais um órgão,
mas quando a tristeza bate lá, tudo começa a balançar,
eu vejo os sentimentos bons ficando cada vez mais distantes
e vejo como a escuridão devoradora vai se adentrando.
Ele indo embora, e ela sem perceber indo com ele
tudo porque? ó vida
Eu gosto dele, mas até onde um coração pode suportar sem desmoronar e assim destruir as pessoas e os sentimentos que nele tem?

Fernanda Carolina B.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Acreditar.

E  após sequências de erros aprendi como é o jeito certo de fazer as coisas...
Nas linhas tortas da vida quem faz historia somos nós...

Achei estar entrando em um furacão novamente;
Mas acho que realmente Deus escreve certos por linhas tortas... Linhas de tão tortas que nem linhas são,
linhas apagadas, linhas que com o tempo vão se montando e desaparecendo.
Mas o que importa não é a linha em que estamos
o importante o que nela se deixa

Creio que historias antigas voltem a reviver só que com novos personagens
creio que o tem que ser será
e se é teu mesmo distante continuara sendo teu
creio que um dia, talvez hoje, seja o dia mais feliz da vida,
a gente nunca sabe em que esquina vai conhecer a pessoa que mudar a nossa vida.

E hoje com tanta esperança, sinto que Deus emana fé sobre minha alma que hoje sorri... Que hoje vive!

As vezes a gente só precisa acreditar.

Fernanda Carolina B.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Burra


Eu naveguei sem ao menos ter entrado em um barco
Eu voei sem tirar os pés do chão...
Admito que por instantes meus sorrisos mais inocentes se faziam presentes...
Mas agora, eu aqui escrevendo um texto qualquer, vendo a poesia voltar as linhas de minha vida
da minha vaga vida...

Parece que tem um mar inteiro dentro de mim pronto para sair em forma de lagrimas
Burra! não soube aprender com os erros... Afinal sempre o mesmo problema "A pessoa errada"
a paixão errada, o momento errado, e após isso eu voltando para aquele lugarzinho que vai me isolando que vai me tirando o colorido da vida, que vai me tirando o gosto adocicado e salgado de viver e vai me amargando.

Fernanda Carolina B.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

De mansinho.

E foi assim... de mansinho, com toda a calma do mundo,
você bateu a minha porta, eu fingi não ouvir, mas continuou batendo não cessou...
.Abri então, você segurou em meu braço... Mas eu corri, fechei a porta, tranquei as janelas me isolei de você;
Porque não sei, você não fazia a minima diferença para mim
os dias passaram e as vezes parece que eu te conheci ontem...você não significava nada
Mas aí um balde de água fria foi jogado no meu orgulho e o coração voltou no ritmo
comecei a me tornar humana, e deixar de ser um robô frio
Achei que agora eu já tivesse perdido tempo demais, e você junto...
mas como perder algo que nunca me pertenceu?

E aquele que antigamente me confundia todas as noites com suas frases mal feitas
foi se tornando tão insignificante que parecia não importar...
agora era eu, você, e a luz do luar sobre nossas cabeças
- Mas, você nunca vai me pertencer
e eu nunca serei inteiramente sua... uma parte de mim ainda vaga meio sem rumo, meio sem amor
entenda... eu sou tão sua quanto você é meu... na verdade tu é dela e eu sou minha
mas se um dia você ficar sem dona eu te adoto... se um dia você quiser eu me empresto para você
não é amor nem paixão e muito menos ilusão... não é nada
é só que as vezes, ou o dia todo eu penso em você.

Fernanda Carolina B. 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...