domingo, 17 de junho de 2012

Debatendo um amor.

385635_3651466037738_1007123665_32877662_518152485_n_large
Olá, sumida...
oi
como vai?
vou indo pelo caminho, como sempre
e o coração?
ainda pulsa sangue para as veias...
e os amores?
minha mãe ainda me ama como sempre... e eu também amo ela como sempre
e ele?
não sei
não sabe o que?
dele
mas você ama ele.
também não sei
esqueceu?
não
então como não sabe se ama?
porque a flor depois de muito tempo sem ser regada vai secando perdendo a cor, a forma, as pétalas caem uma a uma até que já não reste nada.
e o que restou?
é o que eu me pergunto todos os dias
e achou a resposta?
creio que sim... mas é difícil admitir
admitir o que?
que talvez lá no interior onde ninguém consegue ver e as vezes nem eu ainda há uma pequena pétala vermelha.
e porque tem medo de admitir isso?
porque chega uma hora que a gente cansa de ser tonta... otária.
sentir não é ser otária.
sentir não... mas cair no mesmo joguinho pela segunda vez é.
mas você ama ele
amo.
então?
então que eu me amo também
então porque não fala para ele talvez ele sinta o mesmo e fique com você dai você seria feliz.
talvez... há sempre um talvez não é mesmo, porque nunca a certeza no que as pessoas dizem? e se talvez eu me cercar de ilusões ridículas novamente e acabar sendo uma ridícula de novo...
isso é paranóia!
não isso é amor
se fosse você estaria lá falando para ele isso.
não é amor, e eu me amo muito para arriscar meu coração
ele não é um risco é seu amor
desde o momento que ele conseguiu retirar uma lagrima de meus olhos, então ele é um risco.
vai deixar ele ir?
ele não está aqui... então quer dizer não posso deixar algo ir se eu não tenho posse dele
e se ele voltasse
eu ficaria sem chão
ia fugir?
não
ia ficar?
talvez
porque talvez?
porque eu aprendi, que ele vem, mas ele sempre vai... assim sem avisar, só pra variar, ou talvez só para machucar.
nossa
pois é...
e agora como vai ser
não vai ser
então?
então que eu continuo vivendo aqui e ele lá
porque você está se fastando de quem te faz feliz?
não sei.
...
acho que a felicidade devia ser mais simples, só para facilitar
e ai? não é simples e o que você vai fazer.
não posso fazer nada
porque?
porque eu não posso amar por dois.

Fernanda Carolina B.

7 comentários:

  1. Oie.

    Dá muita raiva daqueles que estão fora do que está acontecendo e acham que tudo é simples e fácil.
    Como se o amor fosse tão certo e perfeito.
    Eles sempre dizem que devemos ir atrás, que eles iriam, e como estamos sendo tontas por deixar algo partir.
    Mas na realidade estaríamos sendo tontas de nos enganar mais uma vez, sofrer de novo por algo que talvez não valha a pena. Porque se eles realmente nos amassem do jeito que o amamos então não partiriam, não nos fariam chorar. Não deixariam o amor morrer.
    Porque é fácil pro outros falar, mas ninguém sabe o que se passa por dentro, no coração.

    Amei o dialogo, muito bem feito.
    Bjussssss...

    ResponderExcluir
  2. Oi estou fazendo parte do blogs parceiros e vim lhe fazer uma visitinha , e quero te convidar para conhecer o meu cantinhos também ,bjs

    ResponderExcluir
  3. É quem pode amar por dois? Amar é tão complicado, que depois do amor, vem a amargura e a desilusão, um dai tudo acaba tudo passa, mas enquanto não passa continuo estilhaçada!

    ResponderExcluir
  4. *------------*
    Muito bom texto, é de sua autoria? Parabéns.
    Eu ameeeeeeeei esse background do teu blog, adoro olhar para o céu a noite *-----*

    Queria aproveitar e te convidar também pra visitar meu blog http://sweetspacescape.blogspot.com.br/

    E quem sabe iniciar uma parceria, se desejar :)


    Bjos! Aguardo resposta

    ResponderExcluir
  5. anw anw anw que lindo . Seu blog é perfeito me seduzio ;3

    Inovando-blog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o texto. Quanta gente se sente assim hahaha
    bj
    depois-da-primavera.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Ameeei seu Blog muito perfeito awnawn :$

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...