quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Novo



eu queria poder dizer que tudo foi perfeito queria, poder falar que tudo foi sem erros ou contradições
dizer que não tem como melhorar é estar mentindo, dizer que não sentirei saudades é uma enorme mentira
dizer adeus a tudo que tive que dizer não foi tão fácil como diziam ser
enfim sentirei saudades das vezes que pude estar lá ou estar aqui ou em lugares que desconheço
das vezes que chorei, das vezes que sorri
sentirei saudade daqui, e mesmo não saindo do lugar nada é como foi
erros acima de erros e eu me construí...
sonhos após sonhos, e eu mergulhei na surrealidade
viver como vivi, não foi ruim como dizem que foi
dizer que eu espero que a cada dia novo, tudo melhore é uma grande verdade.
dizer que mantenho expectativas para um novo olá, é uma das tão poucas verdades,
 que agora mantenho na lembrança
ver mais uma vez o sol nascer, e novamente recomeçar de onde parei
mudar o dia fazer dele o melhor possível
viver 2012 de uma maneira que 2011 jamais me deixou viver.
dizer adeus e novamente dizer olá.
viver intensamente, realizar sonhos,
 e fazer de cada dia de 2012 valer a pena... recuperar os sorrisos que 2011 me roubou.


Feliz Ano Novo, feliz 2012 !
ultimo post de 2011 ate ano que vem gente *o*


Fernanda Carolina B.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Hipócritas


expectativas estão fluindo da minha mente
um ser se aproxima, e outro diz adeus
há tantas pegadas nessa estrada... são tantas pessoas ao redor, e mesmo assim se sentir só
de um lado pessoas hipócritas do outro alguém que ainda é capaz de sorrir
pedras ao chão... estilhaços de vidro...
em cada rua uma vida, em cada vida um mentira adormecida...
um mostro, um sonho destruído, e o medo...
mil vozes gritando, pedindo a mesma coisa
caindo... em buraco que parece não acabar...
olhares irônicos, palavras cruéis, julgando alguém...
jogando ao vento, as piores coisas que podiam jogar...
dizendo algo de mal, e se esquecendo, que tudo que vai, um dia volta.


Fernanda Carolina B.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Única verdade


ontem chorei por algo que machucava, e hoje sinto falta de algo que nem sei o que é
sonhos que tive, se tornaram real, as pessoas que costumava dizer que amava, hoje as desconheço
lembro que passei dias esperando pelo futuro, e esqueci que o futuro já começou a muito tempo
comecei o ano sem perspetivas, e hoje ao fim dele percebe-se que nada foi como um dia minha mente descreveu que seria...
criticas, e alguns elogios,  tombos, e milhares de vezes se levantando, sonhos e pesadelos, palavras e gestos...
 se perdeu e se reencontrou, gritou com um olhar, perturbou-se com a voz do silencio...
e muitas vezes desejei que tudo acabasse de uma vez... e muitas vezes desejei que o tempo parasse,
talvez tivesse caído na ilusão de algo surreal, talvez tivesse causado uma ilusão...
e os erros... e acertos fizeram valer a pena
cada dia se tornou especial só pelo fato de poder vive-lo...
pelo fato de ver o sol nascer e vê-lo se por...
e apesar dos devaneios e das contradições, dizer que valeu a pena
é a única verdade sobre tudo o que pode ser relembrado.

Fernanda Carolina B.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Natal


Natal... o que realmente é natal?
natal pode ser muitas coisas... um simples abraço
ou milhões de presentes,
apenas uma arvore com enfeites...
ou cartas enviadas para alguém que desconheço
são sonhos de uma criança, e o sorriso dela
é o amor entre familiares, e um simples ato de bondade
mais o que ele realmente é
é Deus livrando a humanidade...
é Jesus que nasceu, é o aniversário do Messias
o natal não é o que o comercio quer que você acredite que seja
e sim o imenso amor de Deus
Feliz natal...


Fernanda Carolina B.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

apenas uma música...


Agora é tarde para esquecer... essas lembranças estão empreguinadas a mim
me ponho a pensar no que virá a acontecer me perco nas possibilidades
sentada ao chão olhando apenas o vago... sentindo apenas o vento
escuto uma música qualquer ... que teve o poder de me relembrar tudo
... e todas aquelas cicatrizes eu me lembrei das feridas...
e todas as lagrimas que caíram... eu vi o motivo,
e as ilusões que acreditei eu tive que rever... lembrar quando peguei o caminho errado
refém da própria lembrança... tentando desviar do pesadelo
tentando enterrar o passado como se fosse possível...
aquela música acabou e pouco a pouco as lembranças vão sendo esquecidas mais uma vez...
esperando outro motivo para reviver na minha mente.

Fernanda Carolina B.

Deus.


falou comigo outro dia... na verdade o som do silencio era a sua voz
eu pude vê-lo bastou abrir os olhos... e pude senti-lo cada vez mais perto
e mesmo não percebendo suas mãos seguraram as minhas, e no meu ouvido ouvi sua voz a dizer
"não temas"
senti o vento que batia em meus cabelos parecia me acariciar
e muitos não acreditam no que digo
outros nem acreditam na existência dele...
mais ele existe eu pude sentir...
olhar nos olhos sentir sua paz... sonhar alto e na queda ele me segurar com suas mãos
e ver ele suportar tudo o que eu jamais suportaria
ouvir sua voz a me incentivar dizendo que sou capaz....
sentir seus anjos a minha volta... sorrir sem saber porque... e lembrar que o motivo é você...
saber que caminha do meu lado.
...não saber como retribuir... apenas agradecer, Obrigada.


Fernanda Carolina B.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Incomum.


Hoje não foi um dia comum... passei horas deitada ao chão, escutando apenas o som do silencio
com o pensamento longe, em lugares que eu mesmo desconheço
sem querer lembrei-me do sonho que tive aquela noite...
sem perceber, me lancei em milhões de teorias que pudessem explicar aquele sonho,
 que talvez tenha sido um pesadelo
fechei os olhos por um instante... e pude sentir o ar que invadia os meus pulmões, pude sentir o sangue circulando em minhas veias... foram pensamentos após pensamentos, e mesmo que tentasse já não conseguia parar... aqueles tais pensamentos invadiram minha mente
lembro que tentei me levantar mais estava sem força, tentei gritar mas sequer ouvi minha voz...
adormeci... lembro de abrir os olhos com tantas perguntas e nenhuma resposta sequer
fiquei imaginando se havia vivido ou se tudo não foi mais um sonho...
sem saber me conformei com a vaga lembrança de tudo aquilo...
e a única certeza que eu pude ter foi que aquele dia não foi um dia comum.

Fernanda Carolina B.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Libertou-se



a vida passou diante dos meus olhos e eu tive medo de vive-la
tive milhares de oportunidades de mostrar a todos a minha capacidade
mais o o medo que em mim contia não me deixava viver
nem sequer hesitei em tentar, e triste disse que não era capaz
fiquei olhando a volta vendo que eu sempre vivi em um mundo errado em que acertos talvez sejam raros
e todos os erros são aceitos
e observando tal situação, imaginava... que não deveria levar tudo tão a serio, que deveria não me importar tanto em acertar ou errar, eu deveria deixar apenas os sonhos me carregar
quebraram todas as regras, mais de uma forma confusa de dizer tudo estava certo
 havia chegado a hora de se libertar de mim mesma, sorri, pela primeira vez há dias estava feliz
desci do salto, olhei o céu aquela noite, e não vi apenas estrelas
olhei para mim própria aquela noite, e vi mais do que apenas uma garota
o medo que tinha, foi destruído... o sorriso no rosto renasceu e nada e nem ninguém poderia tirar isso de mim...
pelo menos não naquele dia não naquele momento.

Fernanda Carolina B.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Imaginação


Tem uma voz que me grita... tem uma voz que me diz coisas que seria melhor, eu não parar para ouvir
eu fecho os olhos, mais mesmo assim continuo tendo visões, vendo coisas que seria melhor eu não ver
não digo nada... mais o silencio por si próprio já diz tudo...
saio correndo, mais de nada adianta, pois continuo no mesmo lugar
então já cansada, eu paro e começo a observar o que está a minha volta, é um lugar tão errado
é um mundo bagunçado, triste e ao mesmo tempo feliz
um mundo de fantasias, e ao mesmo tempo tão real...
eu não consigo compreender... até as minhas palavras são confusas
e em um ultimo momento, apenas grito...
e tudo para.... trancaram todas as portas e a minha única saída foi ter pulado, uma janela qualquer
tudo acabou, já não sou mais refém daqueles pensamentos insanos
e eu levo aquele mundo de loucos comigo, dentro de minha mente...
um mundo que poucos conhecem... um mundo confuso e incompreensível... fruto apenas da imaginação.

Fernanda Carolina B.

Tag.

Oi galerinha e ai tudo bem?...gente hoje eu vou fazer uma coisa mega incomum aqui no blog não, não irei postar nenhum texto, hoje irei colocar tags que ganhei aqui espero que gostem bjão

As regras são essas: 
* Divulgar o blog que me tagueou (http://cerejacorderosa.blogspot.com/
* Postar 10 imagens do que menos gosta. 
* Indicar 10 blogueiras pra dar continuidade a Tag. 

vamos lá 
(essa imagem ai embaixo já diz tudo)

Vamos lá 
agora é indicar os blogs ( isso não vai ser facil... então eu irei indicar 5 =D ok?)

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Sorri


Nada mais faz sentido, tudo aquilo que era tão importante... Hoje já não faz diferença
pessoas que eram tão importantes para mim, foram embora e não fazem tanta falta assim
conceitos que eu tinha como prioridades, já não são mais tão necessários
verdades daquela época, hoje não passam de grandes mentiras...
este céu, já não é tão azul como um dia foi... O timbre da minha voz já não é a mesma
os sonhos já deixaram de ser aqueles de antigamente
e os medos já não me amedrontam mais
e aquele livro que eu nunca consegui sequer virar a pagina... Hoje ele foi queimado
eu não preciso de alguém que me diga mentiras
eu não preciso de alguém que me iluda
e hoje aquele passado não interfere mais
sim devo admitir que às vezes passo horas pensando,
relembrando os bons e maus momentos não consigo evitar
mais hoje depois de tanto tempo sorri!

=) Fernanda Carolina B.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Noite


aquela noite demorou a passar...
o cansaço me consumia, mais, meus olhos mesmo fechados
não conseguiam se desligar do mundo lá fora
eu só conseguia pensar no que tinha acontecido horas antes
daquele momento... eu só conseguia lembrar da minha alegria,
do meu sorriso, e talvez da minha preocupação...
eu só conseguia lembrar, dos sonhos que tive nas noites anteriores
e dos sonhos que tive acordada...
a minha cabeça estava cheia de lembranças
algumas muito antigas, e outras mais recentes
algumas que marcaram, e outras que nem tanto
eu só conseguia lembrar, de todos os encontros e desencontros
que aconteceram...
e eu sentia como se aquela noite jamais fosse acabar
como se o sol tivesse se escondido e me deixado ali a pensar
em tudo... tudo que me faz bem, e tudo que me faz mal.
tudo que eu queria esquecer, mais que minha memoria persiste em lembrar
sei que adormeci e que não demorou tanto tempo assim para aquela noite acabar
o sol saiu novamente e hoje estou aqui
pronta para mais um dia.

Fernanda Carolina B.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Dialogo



Ela: oi... (tomei coragem e vim falar com você)
Ele: oi... (que bom que me chamou)
Ela: tudo bem? (espero que sim)
Ele: Tudo e você? ( melhor agora)
Ela: eu estou ótima (estou falando com você é isso o que importa)
Ele: que bom...
Ela:...
Ele: o que está fazendo?
Ela: nada, e você?( só falando com o garoto mais lindo do mundo)
Ele: a nada de mais (só olhando para a sua foto minha linda)
Ela: e ai andaram me dizendo que você gosta de uma garota por ai (queria que fosse eu)
Ele: Talvez... (claro que sim é você)
Ela: Quem é? (...)
Ele:  a uma garota ai (sempre foi e sempre será você)
Ela: já vi ele em algum lugar? (... )
Ele: acho que sim. (...)
Ela: onde? (...)
Ele: toda vez que você se olha no espelho...



Lembranças


Ontem mesmo... ela estava lá brincando
com bichinhos de pelúcia, com bonecas
morando em castelos e dominando reinos
costumava ser rainha, e ao mesmo tempo princesa
ela dominava o mundo...
a imaginação se tornava real
e ela sorria com coisas tao simples...
cresceu e hoje ela está ali quieta pensativa
escutando música e escrevendo longos textos de solidão
sendo refém dos próprios pensamentos
ela costuma ser uma adolescente
que ninguém é capaz de entender
pensamentos e lembranças as vezes a abala
e as vezes quase chora por problemas tão insignificantes
e a vida está passando o tempo não para
mais ela só fica ali falando que era feliz e não sabia
ela só fica ali olhando pela janela lembrando do passado
e sem perceber ela está deixando de viver
para lembrar do passado.


Fernanda Carolina B.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Menti

eu lembro das minhas promessas
e lembro do momento que quebrei-as
eu lembro da minha verdade
e do momento que menti
eu me lembro da felicidade
e do momento que chorei
e como eu posso ter feito isso?
e como eu pude ter mentido pra você naquele dia?
será que foi medo? faz tanto tempo mais ainda me afeta
será que foi algum tipo de vingança?
estou procurando a resposta pra algo que não sei...
não consigo admitir
que naquele dia eu não fui capaz de olhar em seus olhos e falar o que estava acontecendo
só me lembro de ir me afastando cada vez mais.
e agora estamos longe demais para eu poder me redimir.

Fernanda Carolina B.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Sem sentido




 

o que eles fizeram? porque já não reconheço eles? porque estão assim?o que aconteceu...
será que ainda se lembram do passado... será que existe algo que ainda não mudou
porque nada é mais como era... e aquele campo cheio de cactos... se transformaram neste campo de rosas
o que aconteceu... essa transformação não pode ser assim por causa do tempo
ontem estávamos aqui... e agora já se esqueceram?
todas aquelas portas trancadas se abriram de-repente e agora eu vejo eles correndo para conseguir prosseguir... mais porque eles estão indo?
e todas aquelas rosas começaram a se abrir tudo está tão lindo porque eles estão correndo então?
o que temem afinal? não há nada demais em ficar aqui... é um mundo sem sentido devo admitir... mais e dai,
 fiquei aqui... olhando as rosas se abrirem, vendo as estrelas a brilhar, vendo o sol nascer...
 e eles foram em busca de algo que não sei... me deixaram novamente mais não me importo
eles não souberam ver o que tinha e por isso estão correndo em busca de algo que os faça ficar em algum lugar... pena que eles não olharam em volta, pena que eles não pararam para ver o céu naquele dia
talvez um dia eu vá em busca de um novo lugar... mais hoje eu vou ficar. e olhar para tudo o que eles não deram atenção... hoje eu vou ficar para ver cada rosa se abrir cada estrela brilhar para viver naquele mundo sem sentido... e ser feliz... vivendo a vida de uma maneira sem sentido...

Fernanda Carolina B.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Valer a pena


Fim,  acabou...
mais um ano que está indo embora como tantos outros
... não é o fim
e sim o começo
mais um ano está indo...
e outro está chegando
quantos sonhos...
que não vão deixar de existir
que não serão destruídos assim tão fácil
faça com que os teus sonhos se tornem mais do que só visões
pois a cada dia é uma chance de torna-los reais.
basta acreditar.
o tempo está passando rápido demais
e ainda estamos aqui, pensando em como será o futuro
apenas...
mantenha sua fé não desista
pois amanhã é outro dia, é uma nova chance
não espere muito, se você não fizer nada
não sonhe tanto se esses sonhos não são os teus...
é mais um ano que passa... faça o fim dele valer a pena
é outro que vem... faça com que ele realmente possa valer a pena
a única coisa que você tem que fazer é viver a sua vida intensamente
a cada dia...
hoje... amanhã... sempre... até o fim
faça valer a pena.

Fernanda Carolina B.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Batalhas



<a href="http://www.youtube.com/watch?v=6coqkaaQYG8?hl=en"><img alt="Play" src="http://www.gtaero.net/ytmusic/play.png" style="border:0px;" /></a>

(só comece a ler quando Brendan Urie. começar a cantar ok?)


E quando eu menos esperava o pesadelo voltou
me olhando nos olhos... com um sorriso sínico e com um tom irônico em sua voz
me desafiando para uma nova batalha, pensado que iria me vencer mais uma vez como venceu na primeira
mais se esqueceu que a garotinha cresceu, que ela percebeu que a vida não é feita de sorrisos e olhares...
mais uma batalha e eu estou pronta, mais uma batalha e eu vou me manter em pé
pois nada será capaz de me abalar, teve que ser assim...
olho nos olhos começou, lutando... defendendo, atacando, mais eu vou vencer
eu não irei cair na armadilha, não... não de novo
e eu vou vencer pois já conheço as suas táticas
não será tão fácil ganhar
não será tão fácil reconquistar
não será tão fácil lidar
não será tão fácil decepciona-la afinal eu já não espero mais nada de ti
defendendo-se eu irei seguir...
lutando, gritando
e com um forte olhar,
 olhar em seus olhos e vencer a luta
e com um sorriso nos lábios simplesmente dizer....
que acabou.
e que venha novas lutas, novas batalhas
eu estarei de pé esperando...
eu estarei pronta para desafia-lo
eu estarei pronta para lutar
estarei pronta para ganhar
... pronta para dizer adeus

Fernanda Carolina B.


Obs:. oi gente esse é mais um texto que coloquei um vídeo (acho que já estou fazendo isso demais)
gente como sempre digo a vocês o texto é nosso não tem nada a ver com a música...
(para falar a verdade faz pouco tempo que escutei essa música e gente amei aushaushuash)
espero que tenham gostado... bjão =)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...